Associação Nacional de Certificação Digital

Fundada em setembro de 2014

A associação atua sem fins lucrativos na defesa dos interesses da Certificação Digital implantada no Brasil há 16 anos;

A ANCD participa do Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil);

É um dos objetivos da ANCD mostrar os inúmeros benefícios que o Certificado Digital proporciona para pessoas físicas e jurídicas;

É papel da ANCD promover e destacar o fato de que o certificado digital permite um ambiente sustentável, já que dadas as operações seguras virtuais propicia a eliminação de papéis e insumos de impressão, com grande ganho para a natureza;

Todas essas atividades são realizadas graças ao trabalho responsável de empresas como as associadas à ANCD, comprometidas com a ética, valores, missão e visão que foram estabelecidos para a entidade desde sua fundação;

As associadas da ANCD representam cerca de 90% de toda a emissão de certificados digitais no Brasil;

O objetivo principal da ANCD, portanto, é promover a certificação digital e suas relações com a sociedade, de forma a contribuir para o desenvolvimento econômico e social do País.

BENEFÍCIOS DO CERTIFICADO DIGITAL

martelo

Validade jurídica para os documentos eletrônicos

processos

Desburocratização de processos, documentos e contratos e etc.

prova

Garante o ônus da prova do responsável pelo uso devido

custos

Redução de custos com dispensa de papéis e da guarda de documentos

economia

Economia de tempo, os serviços são realizados pela internet

sustentabilidade

Sustentabilidade social e ambiental, economia de recursos naturais:

UM POUCO SOBRE NOSSA ENTIDADE

sustentabilidade
MISSÃO

Congregar, representar e orientar as suas associadas para o fortalecimento do Sistema Nacional de Certificação Digital e de suas relações com a sociedade, de forma a contribuir para o desenvolvimento econômico e social do País.

sustentabilidade
VISÃO

Reconhecer a Certificação Digital sob a perspectiva da ética da identificação pessoal, comercial e de direito em meios eletrônicos.

Respeitar as normas e padrões da ICP-Brasil, promover melhorias da indústria para uma sociedade sustentável nos empreendimentos, nas relações sociais e ambientais.

Ser reconhecida pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, nas associações de classe, sindicatos, instituições de pesquisa científica e de ensino, instituições da sociedade civil e demais entidades e organismos nacionais e internacionais.

Promover o desenvolvimento e uso da certificação digital em todos os níveis aplicáveis nos setores produtivos, governamentais e terceiro setor do país.

sustentabilidade
VALORES

Respeito aos indivíduos, suas relações sociais em meios eletrônicos com responsabilidade social e ambiental.

Respeito aos órgãos públicos responsáveis pela gestão, implementação e manutenção e contribuir para o aperfeiçoamento do marco legal Brasileiro.

Relação equânime com todos os associados, democrático e respeitoso com todos os interessados (stakeholders) na certificação digital.

Assegurar a facilidade e a segurança para o uso, a interoperabilidade e validade jurídica da certificação digital.

O que você
precisa saber:
  • O Certificado Digital é uma solução tecnológica de segurança que oferece autenticidade, confidencialidade, integridade e validade jurídica;
  • Por meio do Certificado Digital padrão ICP-Brasil, pessoas físicas e jurídicas se identificam e assinam digitalmente, de qualquer lugar do mundo;
  • Para obter um Certificado Digital padrão ICP-Brasil é solicitada a biometria para fins de emissão do mesmo com o intuito de identificar o requerente;
  • A certificação digital garante que as informações eletrônicas transitadas no ambiente virtual tenham índices de fraude próximos de zero;
Quem regula e fiscaliza esse setor da economia:
  • O Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Pública do Brasil – CGICP exerce a função de autoridade gestora de políticas da certificação digital no Brasil.
  • O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, uma autarquia federal ligada à Casa Civil da Presidência da República, tem por missão manter e executar as políticas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.
Benefícios do Certificado Digital:
  • Validade jurídica dos documentos eletrônicos;
  • Garante que o ônus da prova será do responsável pelo uso devido;
  • Desburocratização de processos, pois dispensa várias etapas para a assinatura de contratos, documentos e declarações, tudo acontece apenas em ambiente virtual;
  • Permite assinar contratos e declarações de qualquer parte do mundo;
  • Economia de tempo, os serviços são realizados pela internet com trâmites simultâneos;
  • Dispensa uso de mensageiro e deslocamentos;
  • Redução de custos com dispensa de papéis e da guarda física de documentos;
  • Sustentabilidade social e ambiental, com grande economia de recursos naturais: árvores, água, redução de lixo tóxico, locais para sedimentação e separação de poluentes da fabricação de papéis;
  • Por atuar em ambiente digital, reduz burocracia para validação de identificação dos envolvidos.
Alternate Text DADOS DO SETOR
Investimentos: em segurança, tecnologia e desenvolvimento de novos produtos, em média 15% do faturamento bruto anual;
Investimento em equipamentos e instalações técnicas: US$ 2 milhões por ano;
Infraestrutura: mais de 11 mil agentes de registros e mais de 15 mil funcionários na administração direta e indireta;
Total de certificadoras: 14 Autoridades Certificadoras de 1º nível, 61 AC´s de 2º nível, 613 Autoridades de Registro;
Pontos de presença: atendimento presencial em todo território nacional
Total estimado de ativos: mais de U$ 4 bilhões;
Margem atual de fraudes: margem ínfima de apenas 0,0027%, ou 50 casos em todo o universo da certificação (sados de junho de 2017);
Representatividade: a certificação digital tem dado suporte a transações da ordem de valores monetários equivalentes a 71% do Produto Interno Bruto (PIB);
Setores que mais utilizam: apenas no agronegócio, a certificação digital suporta 90% das transações; na indústria, 78%; na sequência aparecem os setores de serviços com 64% e comércio, com 47%;
Sustentabilidade: desde que foi implantado o sistema de notas fiscais eletrônicas, em 2006, foram emitidas mais de 17 bilhões de notas fiscais eletrônicas, gerando economia de papel de cerca de 119 bilhões de folhas e impacto favorável ao meio ambiente;
s
Custo médio de um certificado: cerca de R$ 350, com prazo de 3 anos de validade, o equivalente a somente R$ 10 por mês.

Evolução da emissão de Certificados Digitais no Brasil

Ano Certificados Emitidos
20101.204.095
20111.937.198
20122.107.225
20132.229.440
20142.553.708
20153.280.537
20163.225.560
2017*2.467.734

*dados até setembro de 2017

Fonte: ITI

NOSSAS ASSOCIADAS

Alternate Text
Alternate Text
Alternate Text
Alternate Text
Alternate Text
Alternate Text
Alternate Text

NEWSLETTER

Receba nossa newsletter mensalmente preenchendo os dados ao lado: