Até novembro, emissão de certificados digitais cresceu 11,30%

16/01/2018

Até o mês de novembro de 2017, o total de emissões de certificados digitais no País ficou em 3.318.515, um número que representa crescimento de 11,30% em relação a igual período de 2016. “Esse dado mostra que a economia está retomando seu ritmo e que nossa previsão de elevação em torno de 10% no ano se confirma”, analisa Antonio Sérgio Cangiano, diretor executivo da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD).
Em termos de novembro, 2017 representou o melhor período nos últimos 3 anos. Em 2015 registrou-se 227.501 certificados, que passou a 262.022 no ano seguinte e em 2017 ficou em 309.786. Os dados são do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI.
“Outro dado importante diz respeito às fraudes ao sistema. Houve queda expressiva, de 30,60%. Com apenas 127 registros, representou inexpressivos 0,0038% em relação ao total de certificados emitidos”, acrescenta Cangiano. De janeiro a novembro de 2017 houve uma redução de 32,69% nos comunicados de fraudes, que caíram para 278. Também houve diminuição de 30,60% no número de fraudes efetivamente realizadas em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 127 (0,0038% do total de certificados emitidos no ano) e houve 151 as tentativas de fraudes, queda de 34,35% em relação a 2016.


Veja a notícia original Voltar