Associação prevê crescimento de 10% em 2017 para mercado de certificação digital

25/09/2017

No Brasil, o mercado de certificação digital é composto por cerca de 8 milhões de certificados válidos, emprega diretamente e indiretamente 15 mil pessoas e, para este ano, a previsão é crescer na ordem de 10%.

“Há ainda um longo caminho a ser percorrido, sobretudo em relação à pessoa física”, Julio Cosentino

Segundo o presidente da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD) e vice-presidente da Certisign, Julio Cosentino, o setor que cumpre um papel importantíssimo na cadeia produtiva brasileira, na medida em que reduz custos, elimina burocracia, inibe fraudes, tudo num ambiente virtual com a máxima segurança e validade jurídica.

“A Certificação Digital é hoje um segmento consolidado e muito bem instalado, que atende o Brasil em toda a sua extensão territorial, um mercado de R$ 1 bilhão por ano e que funciona plenamente com regras bem definidas”, destacou.

De acordo com o executivo, o mercado foi fomentado na última década pelos próprios players a partir de investimentos em média de 15% dos seus faturamentos médios, o que representa US$ 2 milhões por ano. “Temos hoje 11 mil agentes de registro, ativos estimados em US$ 4 bilhões e damos suporte a operações equivalentes a 71% do produto interno bruto (PIB)”.

“Há ainda um longo caminho a ser percorrido, sobretudo em relação à pessoa física. Trabalhamos e entendemos que o uso deva ser democratizado, por isso todos os dias novos benefícios são implantados. Ampliar essa base de usuários é o item número 1 de nossa agenda”, comentou o presidente da ANCD.


Veja a notícia original Voltar