UFPB emite mais de 700 diplomas digitais em apenas dois meses

9 de junho de 2022Por ANCD

A Universidade Federal da Paraíba – UFPB atingiu a marca de 700 diplomas emitidos aos alunos concluintes dos cursos de graduação, gerados por meio do novo sistema de emissão, existência e armazenamento totalmente digital. O número foi alcançado em apenas dois meses da fase inicial de utilização do sistema, que se deu a partir de abril.

O sistema ofertado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa – RNP garante à UFPB maior integridade em todas as etapas e eficiência na emissão dos diplomas, segurança e facilidade de acesso pelos alunos egressos. Até esta primeira semana de junho, o sistema já consta com 824 documentações acadêmicas registradas em processos de solicitação de 1ª ou 2ª via de diplomas, para serem entregues no formato digital. Destes, 747 diplomas já estão registrados, o que significa que os alunos egressos já podem acessar o diploma em formato PDF.

Com a mesma validade jurídica do documento físico impresso, o Diploma Digital é um documento nato-digital, ou seja, que já é gerado e registrado de forma digitalizada no sistema da Universidade, que também proporciona a autenticação digital. Desta forma, além de possibilitar um processo de emissão mais célere, em relação ao formato anterior impresso, e uma economia real pela diminuição do uso de papel no processo e dispensa de aquisição do papel especial para diplomas, o diploma digital garante maior segurança em comparação ao diploma impresso, previne inconformidades e evita fraudes.

É o que explica o Reitor da UFPB, Prof. Valdiney Gouveia, para quem esta ação de emissão de diplomas digitais representa agilidade e segurança. “A nossa Universidade, que esteve à frente do processo deste procedimento, não poderia ficar de fora; cada pessoa que conclua seu curso na UFPB poderá ter seu diploma quase que imediatamente à sua colação de grau, além de contar com maior segurança quanto à legitimidade de seu diploma, que poderá ser aferido por qualquer instituição ou empresa que queira sua contratação. Portanto, isso é prova de que avançamos no caminho certo, estando antenados com novas tecnologias que procuram garantir economia de tempo, recursos de impressão e segurança”, assegurou o Prof. Valdiney Gouveia.

Assim, qualquer cidadão que queira comprovar a veracidade do documento como, por exemplo, responsáveis por programas de pós-graduação e empregadores, podem verificar a validade pela internet. Para o Analista Técnico da Informação da Superintendência de Tecnologia da Informação da UFPB – STI, Juracy Regis de Lucena Neto, o diploma digital tem algumas vantagens em relação ao diploma impresso, como a eliminação de todo o trâmite de papel e o fato de os diplomas conterem assinaturas com certificação digital e carimbo da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil, órgão vinculado à Casa Civil da Presidência da República.

Além disso, cada assinatura constante no diploma contém um carimbo digital de data e hora, que possibilita identificar até mesmo o momento exato da emissão do diploma. “O diploma digital por parte da RNP, que é quem armazena os dados, utiliza a tecnologia Blockchain, que garante segurança, e rastreia o envio e o recebimento das informações, permitindo que códigos de rastreamento sejam gerados a qualquer momento. Então é muito mais fácil verificar se o diploma é verdadeiro no formato digital do que no formato em papel”, disse Juracy Neto.

A Pró-Reitora de Graduação, Profa Silvana Maciel, destaca o pioneirismo da UFPB no desenvolvimento e implantação do diploma digital para todo o país através do trabalho junto à RNP de pesquisadores como Guido Lemos e Rostand Costa, do Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital – Lavid/UFPB, com o apoio da Superintendência de Tecnologia da Informação – STI/UFPB e do professor e pesquisador Daniel Faustino, da Universidade Federal Rural do Semiárido – UFERSA.

“É muito gratificante ver que o diploma digital se tornou uma realidade, não só para a UFPB mas para todas as instituições do Brasil. Com certeza foi um grande avanço para a UFPB sair na frente das demais universidades, então é um marco diferenciado poder comemorar esses mais de 700 diplomas digitais já confeccionados em pouco tempo pela UFPB, é realmente muito gratificante, mas é obra do trabalho de toda uma equipe, sobretudo da equipe da STI e do professor Guido Lemos”, disse a Pró-Reitora.

Passo a passo

Para que o processo de emissão do diploma digital possa ser iniciado, existem alguns passos presentes na instrução normativa nº 01/2022, publicada pela Pró-Reitoria de Graduação (PRG):

1º passo: o aluno apresenta à Coordenação do Curso, no prazo de até cinco dias úteis, anteriores à data da colação de grau, os documentos exigidos em formato PDF/A ou PDF.

2º passo: Aº Coordenação do curso protocola a solicitação de emissão do diploma via SIPAC dentro do prazo de até quinze dias úteis, contados da data de colação de grau de cada um de seus egressos.

3º passo: O processo, que deve incluir as informações sobre a realização do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – Enade, é remetido à Coordenação Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação.

No modelo anterior de emissão de diplomas, após o processo eletrônico aberto na Coordenação de Curso ser enviado à Subcoordenação de Registro de Diplomas – SCRD, da Pró-Reitoria de Graduação – PRG, levava-se, em média, de uma a duas semanas úteis para que o diploma impresso estivesse disponível para a retirada.

De acordo com a SCRD, com o novo sistema, após a chegada do processo no setor responsável pela emissão dos diplomas, todos os procedimentos podem ser realizados em até 03 dias úteis, levando em consideração o fluxo do processo e a necessidade de assinaturas da SCRD, da Pró-Reitora de Graduação e do Reitor da Universidade.

Papel do aluno

O Subcoordenador José Bernardo Campelo destaca que a celeridade das etapas é possível uma vez que o processo seja bem instruído desde sua fase inicial junto às coordenações dos cursos. E o próprio aluno pode desempenhar um papel importante nesse processo, além de entregar a documentação na Coordenação do Curso conforme descrita na instrução normativa, é um diferencial quando o estudante verifica se os dados pessoais estão completos e atualizados no SIGAA e busca apoio da Coordenação do Curso ou da Subcoordenação de Admissão – SCA da Pró-Reitoria de Graduação para atualizar, com antecedência, todos os dados cadastrais no sistema. Todos os dados pessoais solicitados no SIGAA são importantes em alguma das etapas do processo para emissão do diploma.

Para a professora Silvana Maciel, os alunos poderão verificar a maior celeridade na emissão dos diplomas, com o formato digital. “Estávamos implantando, tudo estava sendo constantemente sendo observado e corrigido no sistema. E a partir da etapa em que estamos, agora, é uma fase de maior maturidade e de muito mais rapidez, então, com certeza a emissão do diploma digital é mais rápida, desde que chegue toda a documentação correta no sistema, certamente, temos um avanço de prazos para a emissão do diploma digital”, completou a Pró-Reitora.

José Bernardo destaca as vantagens que o diploma digital oferece aos alunos egressos da UFPB e que demonstram a eficiência do novo formato. “A facilidade do acesso ao documento em qualquer parte do mundo, onde ele estiver, desde que tenha acesso à internet; a guarda do documento que está disponível em nuvem pela internet e o fato do documento não estar sujeito a rasuras e a danos, o que dispensa a possibilidade de precisar de uma segunda via por perda, roubo ou danos, essas são as principais vantagens para o aluno”, disse o subcoordenador.

Com a proximidade do encerramento do semestre letivo e início de solenidades de colação de grau, a perspectiva é que haja um aumento de processos de solicitação de diplomas e, consequentemente, da emissão e registro de novos documentos digitais, nos próximos meses.

* * *
Reportagem: Elidiane Poquiviqui
Edição: Aline Lins
Foto: Angélica Gouveia
Fonte: UFPB
OUR LOCATIONSWhere to find us?
https://ancd.org.br/wp-content/uploads/2020/04/ancd-baixa-branco2.png
Contato
SHN, Quadra 1, Lote A, Sala 625, Brasília/DF - 70.701-010
Redes Sociais
OUR LOCATIONSWhere to find us?
https://ancd.org.br/wp-content/uploads/2020/04/ancd-baixa-branco2.png
Contato
SHN, Quadra 1, Lote A, Sala 623, Brasília/DF - 70297-400
Redes Sociais

Desenvolvido pela ANCD.

Desenvolvido pela ANCD.