ICP-Brasil bate recorde de emissões em julho de 2020

10 de agosto de 2020Por ANCD

Em julho deste ano a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil bateu recorde de emissões, foram 615.648 certificados emitidos, crescimento de 23,6% em relação ao mesmo período de 2019. Além da maior adesão ao certificado digital, por conta do processo de digitalização promovido em todo o País, a emissão por meio de videoconferência foi um dos grandes impulsionadores do crescimento, já que trouxe mais praticidade para o titular do certificado.

Pela primeira vez neste ano, a ICP-Brasil emitiu mais de 600 mil certificados em um único mês. Para se ter ideia, no ano passado, o mês com maior número de certificados emitidos foi outubro, com 510 mil certificados.

De janeiro a julho deste ano a ICP-Brasil já teve um incremento de 3.345.776 certificados, e segue com a expectativa, segundo previsões do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, de emitir mais de 6 milhões de certificados, caso a meta seja atingida, será a primeira vez que a ICP-Brasil atinge esse número em um único ano.

O presidente-executivo da Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD, Egon Schaden Júnior, alertou para importância da manutenção da emissão por videoconferência para continuidade da massificação e inclusão da certificação digital, “a emissão por videoconferência tornou o processo de aquisição do certificado digital mais simples e democrático. A emissão remota mostrou-se um processo seguro e que trouxe muitos ganhos para ICP-Brasil, que segue aderindo aos processos de inclusão digital conforme as propostas da Estratégia de Governo Digital”.

OUR LOCATIONSWhere to find us?
https://ancd.org.br/wp-content/uploads/2020/04/ancd-baixa-branco2.png
Contato
SHN, Quadra 1, Lote A, Sala 625, Brasília/DF - 70.701-010
Redes Sociais
OUR LOCATIONSWhere to find us?
https://ancd.org.br/wp-content/uploads/2020/04/ancd-baixa-branco2.png
Contato
SHN, Quadra 1, Lote A, Sala 625, Brasília/DF - 70297-400
Redes Sociais

Desenvolvido pela ANCD.

Desenvolvido pela ANCD.